Dicionário do Rodeio

Veja as Gírias usadas no mundo do Rodeio

Abeia braba – É o peão fraco, que não consegue ficar em cima do animal
Aguado – Animal estressado, cansado, que não pula na montaria.
Ajeitado – Bonito
Apelo – Algum tipo de falta cometida pelo cowboy na montaria.
Apurrinhado – Touro ou cavalo bom para rodeio.
Baixeiro – Manta/protetor de tecido usado entre o dorso do animal e o arreio.
Barreira – Fita que delimita o início da prova e que não pode ser “queimada”.
Berrante – Instrumento feito de chifre de boi com detalhes em couro. Emite sons agudos e graves, que a cada toque é uma senha: avisa a hora do almoço, toque de perigo e orienta o sinoeiero.
Bicharedo – Pessoa legal.
Bitelo – Boa pinta
Boqueta – Coisa ruim.
Brete – Local onde ficam confinados os animais antes da prova e onde são preparados para montaria.
Bruaca – Mala de couro, estilo baú, na qual as comitivas levam seus mantimentos e talheres.
Cabeceira – Excelente cowboy.
Cancha – contar vantagem.
Caneca de dente – É uma caneca com suas bordas serrilhadas, usada somente para pegar água do recipiente. Estas serrilhas são propositalmente feitas para que impeçam as pessoas de levarem a caneca à boca.
Carregado – Quem usa roupa country com muitas franjas e bordas.
Cavalo veiaco – Cavalo de difícil montaria.
Cavalo xucro – Animal selvagem, que não dá doma.
Cernelha – Parte do animal selvagem entre a crina e o dorso.
Chaiene – Mulher bonita.
Chaparreira – Calça de couro com franjas usadas pelo peão por cima do jeans durante a montaria.
Chique até – Pessoa bem vestida ou algo bem bonito.
Chique no “úrtimo” – Algo muito bom.
Coiote – Copinho de cabaça para tomar pinga.
Comitiva – Grupo de peões que antigamente levava o gado das fazendas para os frigoríficos. Faziam parte da comitiva o cozinheiro, responsável pela bóia ou rango (comida), e o berranteiro, que orientava o gado e seus companheiros ao toque do berrante.
Consolação – Cachê recebido pelo peão.
Corda americana – Corda usada para envolver o touro. É toda trançada onde o peão segura amarrando-a na luva. Eles passam breu na corda para dar maior aderência. Corote – tonel de madeira para colocar a pinga.
Crioulo – Estilo gaúcho de montar, não usando arreio e segurando apenas na crina do cavalo.
Cumpa – amigo.
Cutiano – É um instrumento de couro usado para montaria, que também dá nome a um estilo de montaria.
Dar febre – Incomodar, dar trabalho e preocupação.
Dirrubada – Péssimo rodeio.
Duro de boi – Peão bom.
Escorpião no bolso – Cowboy pão-duro, não gasta com nada, mão-de-vaca.
Espiritado – Pessoa agitada. Pode ser usado também para cavalos e bois.
Estribo – Lugar onde o cowboy coloca os pés.
Fantasma – Peão medroso, que tem medo do animal.
Fervo – Festa boa.
Gineteada – Ato de montar e esporear.
Ginete – É o nome dado aos peões.
Guaiaca – cinto de couro que possui várias partes para colocar moedas, canivete, dinheiro.
Guampo – Copo feito de chifre para se beber água.
Ir pro Goiás – O mesmo que levar um calote.
Jogar pedra nas pombinhas – Segurar vela, atrapalhar a paquera de alguém.
Lagarta de algodão – Termo usado quando o cowboy quase se machuca durante a montaria.
Loro – correia onde se prende o estribo.
Madrinheira ou madrinheiro – Pessoa responsável pelo resgate dos competidores na arena após a montaria.
Mala-de-louco – Peão que não tem estilo, mas que consegue parar no animal.
Manta – Bife grosso.
Mofete – Pessoas chatas.
Moiá as palavras – Tomar cachaça.
Negar pulo – Quando o animal empaca no meio da arena, se recusa a pular.
Palhaço salva-vidas – Profissional que fica distraindo os animais na arena após a montaria dos peões, reconduzindo-os aos bretes.
Pamonha – Premiação do rodeio.
Peia – Corda usada para amarrar o animal.
Peiteira – Apóia no peito do animal para equilíbrio do peão.
Peseiro – Quando o peão laça o animal pelo pé.
Pialo – Tombo.
Pito – Saliência da parte dianteira da sela western (cabeça), onde se amarram os laços, ponto de apoio do laço na parte posterior da sela.
Polaco – Sinos de metal colocados no touro para irritá-lo.
Queixo-duro ou queixudo – Animal que não atende aos comandos das rédeas (correia para comandar as cavalgadas).
Sedém – Cinta que se amarra na virilha do animal, de crina e pêlo, provocando cócegas e fazendo que ele pule.
Sedém no talo – Calça jeans bem apertada.
Sinueiro – Boi experiente que comanda a manada, esperto, chefe da tropa.
Tá no náilon – mulher conquistada.
Traiado ou “na traia” – adepto de roupa country legítima e completa.
Trempe – Chapa de fogão dobrável usada nas comitivas.
Tropa – Grupo de cavalos e touros de aluguel para os rodeios.
Tropeiro – Dono das tropas.
Vazar – Ir embora.
Isso não vira não – Não vai dar certo.
‘Cê é um raio né! – Você é rápido.
Tem base? – Dá pra acreditar?

Conhece mais alguma? Comente e mostre para a gente

23 comentários em “Dicionário do Rodeio

  1. paraguaio —// peão fajuto / falsificado sem origem

  2. peão macaco, ou seja peão que acha que sabe lidar com o gado mas na hora do vamo ver ele sempre esta em cima da porteira ou de outra coisa nunca encarando o animal

  3. Tem quatro coisas que me fascinam agua morro abaixo;
    fogo morro acima;
    a loira dos olhos verdes;
    e a morena da cintura fina,,,,,,

  4. Tem quatro coisas que me fascinam agua morro abaixo;
    fogo morro acima;
    a loira dos olhos verdes;
    e a morena da cintura fina,,,,,,

  5. pelega ou pelego ” pessoa bonita bem traiada, que deixa qualquer um de cara”

  6. Manqueba: Peão que não cumpre trato!

  7. Aowww povão adorei o vocabulário
    ai é cabicera mesmo heinnnnnn

    Aoww potência

  8. oiá gente aí eu axu bunioo moço…

  9. Chama no naílon : chama pra beja
    Sai no tuche : sair correndo

  10. 280 no telão : sai ligero, sai correndo do boi quando cai do boi ou no fundo dos bretes com os animais….. algo do tipo

  11. ALO MEU POVO
    ESSE NEGOCIO DE DICIONARIO DO RODEIO É UM TROSS BÃO DEMAIS DA CONTA UAI, ASSIM OS NOVATOS NUM VÃO MAIS PAGAR MICO NO NOSSO MUNDO PERFEITO!!!!

    SEGURAAAA PEÃOOOOOOOOOO

  12. Bem, pião bem vestido agente fala que tá: TRAJADO
    E baguá aqui pra gente, é pessoa besta…

  13. cowboi de vitrine: homen q se traja de vaqueiro mais naum tem coragen de montar em hum animal domado de carroça!!

  14. peão fraco (ruim de lida no campo ou na mangueira) é chamado de “pé de macaco”.
    chiqui no urtimo e chiqui até, não é da linguagem do boiadeiro por favor anule, no caso diz-se: ajeitado -bem ajeitado – muito ajeitado – cabeceira.
    tá no naylon não é linguagem, diz-se: ta no laço, ta laçada
    ‘Cê é um raio né! – não é usado, diz-se: peão ligeiro (rápido)
    pialo é uma forma de laçar o animal “pelo pé” – laçar o pé.
    moiá as palvras não usa, diz-se tomar um gole, tomar um trago.
    crioulo é uma raça de cavalo, o estilo de cavalgar sem sela ou o arreio cotiano, chama-se “montar em pelo” ou no pelo.
    boqueta não não usa, diz-se: istrupicio, tranqueira.

    favor verificar o termo ginete e gineteada no dicionário. (dis-se do estilo de montaria e raça de cavalo, refere-se ainda aà categoria do peão).

  15. igual pinto em merda- caboclo feliz alegria

  16. igual pinto em merda- caboclo feliz alegria

  17. eu so um peaõzao do melhor do brasil espanco qualquer maruco pq sou brutooooooooooooooooooooooooooooooooooooo demais

  18. baguá — peão gente boa ,ou auguma coisa bacana

  19. aqui pega nelore – aqui pega muié dificil *

  20. BUENAS PESSOAL. ESTIVE LENDO O DICIONÁRIO DE VOCÊS. MUITAS COISAS SÃO DITOS GAUCHOS, MAS OUTROS NÃO O SÃO , COMO O PALAVRIADO ”VAZAR”’, DESCULPEM , MAS ISTO NÃO É PALAVRIADO GAUCHESCO, ISTO E GIRIA URBANA MODERNA. OBRIGADO PELO ESPAÇO. ABRAÇOS.

  21. AW0 TREM CHIQUE SÔ.
    BISURDO DI MAIS DA CONTA!
    PROS DESENTENDIDOS SABER E NÃO PASSAR VERGONHA.

  22. ooowww treeeem em sima de mim so o sereno!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *